domingo, 9 de junho de 2019

Nova Idade

Hoje completo 57 anos. Chego na nova idade com uma grande vontade de que nesse novo período a vida seja mais leve, as escolhas sejam mais leves e principalmente que meu convívio social em casa seja mais leve.
Consegui organizar tudo em relação a morte da minha mãe até 6 de junho . Esse período tão turbulento vai ficar ai, no ano dos 56. Fechou-se um ciclo.
Novo ciclo demandam novas posturas, novas escolhas, verificar novas oportunidades e entender que a nossa escolha será realizada por aquilo que é viável neste momento. Pode? Deve? É necessário? O ideal não pode bloquear uma medida mais contida mas que também pode ser avaliada posteriormente e ter um novo rumo. As escolhas  precisam ser feitas, o material é esse, duvidas sempre vão surgir. Erros sempre surgirão; para isso temos a avaliação. Detalhar o que precisa ser mudado e partir para o estudo de uma solução mais adequada.
Meus planos atualmente são organizados mensalmente. Há muitas variantes em abertos com vários talvez para planejar mais longo.
Aprendendo mais um pouco, acho que já vou ter segurança de organizar um espaço maior de tempo.
O desafio do mês de junho está lançado.
Mês quente no coração e frio nos pés.
Mês das agradáveis danças e dos desagradáveis rojões que assustam e machucam seres vivos.
Mês dos doces gostosos para se fartar e do perigo do vinho quente que se tomado em demasia, já atrapalha a brincadeira de todos.
Hoje é o primeiro dia dos 57 que serão de muito aprendizado, trabalho e organização da vida privada e também de participação efetiva em algumas frentes com o Love Quilts Brasil, ajudando no Instituto Maria Rose, fazendo minhas artes com alegria no Atelie da Leny e principalmente continuar lendo livros dos mais diversos assuntos porque são eles que de certa forma abrem nossa visão sobre este mundo em eterna ebulição
Partiu 57!!! Com muitas lições do ursinho Pooh. A primeira é que não fazendo "Nada", fazemos as melhores" Algumas Coisas" do mundo. Vamos lá e quanto o tempo passar e nos tirar de nosso eixo, devemos lembrar que a melhor coisa a fazer é Nada.
Esse ursinho é muito filosófico e esperto.

domingo, 15 de maio de 2016

Editor de fotos

Boa noite.
Hoje consegui achar um editor de fotos simples na internet.
Pena que não é em português mas deu para fazer o que preciso.
Vou retornando aos poucos para esse ambiente virtual.
O próximo passo é fazer o site para deixar tudo em um mesmo lugar.
Por hoje, editar as fotos do estojo já foram um ponto positivo.

sábado, 3 de outubro de 2015

Preparação para a Festa de São Francisco.

Ontem, com muito entusiasmo, iniciou-se  a preparação dos Irmãos da Ordem Franciscana Secular, Fraternidade do Embaré, para a festa em homenagem ao nosso pai São Francisco.
Nossa Fraternidade optou por um momento de espiritualidade.
A abertura ocorreu com palavras de acolhida pelo Ministro Fernando.
Houve a leitura de Testamento de São Francisco e após uma reflexão. Na reflexão, o eixo central foi o sentimento de família e pertencimento.
Como estou participando de minha Fraternidade?
Tenho consciência de que a OFS é uma Ordem?
Por que tornei-me um franciscano?
A forma de participação mudou?
Sou exemplo para meus Irmãos?
O que uma pessoa que comparece ao nosso Café Fraterno irá encontrar? Isso fará com que queria voltar?
Ao final, o Irmão Raphael procedeu uma linda oração.
Agradeço aos Irmão que participaram por essa noite tão rica.


quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Aventura

Hoje minha manhã foi de aventura e de superação.
Tomei café e peguei o carro em direção ao Corredor Turístico do Rio de Peixe na cidade de Socorro.
Fui ao Monjolinho Parque de Aventura.
Um local muito agradável e bem cuidado. Os funcionários são atenciosos e explicam todas as modalidades.
Há ecoboat, bóia cross, rafting, tirolesa, off road, arvorismo, stand-up paddle, rapel e trilha.
Há uma trilha que pode-se fazer sozinho.
Comecei por ela. O nome já é muito sugestivo: Trilha São Francisco.
Vai-se andando e no caminho tabuletas com a oração, iniciando-se com "Senhor fazei-me instrumento de vossa paz" e terminando com a imagem dele em uma cabana.




Pode-se descer, andar pelas pedras e sentar-se e colocar os pés na água. Uma delícia a sensação da água correndo.



Voltei e fui aventurar-me.
O arvorismo é um local de mata fechada e passear entre as árvores é muito gostoso.
Subi até o patamar de início, passei pelo primeiro obstáculo e no segundo ... uma teia. Aí a situação ficou punk. Não tenho muita força nos braços e tinha que andar segurando na teia. Bem, lá fui eu. Obstáculos estão para serem superados. Eu consegui!!!! Quando cheguei do outro lado, nem acreditei. No meio do caminho meu pulso esquerdo, o que quebrou, começou a doer e tive que colocar o braço para me segurar. Quando tomei banho, descobri que isso me custou vários hematomas, meu avô ficaria bem bravo.
Depois dessa parte, os demais obstáculos foram bons, precisava mais de equilíbrio. Na hora de atravessar o rio também foi mais difícil mas nada comparado com a teia. Com tranquilidade e adaptando-me, consegui. Mais umas estações e ... acabou. O instrutor faltou que eu fui muito bem.
O final é uma tirolesa.


















Depois dessa aventura, fui andar de tirolesa de três etapas. O vento no rosto e a sensação de liberdade são indescritíveis.
Hoje o dia valeu pela superação e pela deliciosa sensação de ficar sentada com os pés  no rio.
O barulho do rio, o contato da pele com a água gelada e corrente, o canto dos pássaros  e o farfalhar das árvores dão uma sensação de paz muito grande e de como o contato com a natureza é importante.
Também pensei em como foi importante ter crescido com o incentivo de fazer coisas novas e de não ter medo do desconhecido.
No final, quase na hora de sair, acabei vendo dois cachorros que iam com os donos na água. Na hora lembrei da Sofia. Vai ser muito gostoso ir com ela lá.


 Hoje é um dia para ser guardado no coração.

domingo, 13 de setembro de 2015

Domingo de costura

Hoje o dia não foi de bordado.
Comecei a fazer uma encomenda especial de jogo americano individual. Preciso adiantar antes de viajar pois o bordado sempre vai junto mas a máquina de costura não dá para levar. São cinco estampas e no final serão 60 toalhinhas. Vou colocando conforme cada padrão ficar pronto.
Aproveitei para arrumar meus tecidos. Estão separados por cor e os retalhos também.
Outubro vou começar a fazer as lembrancinhas de Natal, o tempo passa rápido. Já estou com algumas idéias. Vamos ver ...
Vou colocar o bordado como havia prometido.


Sexta - feira - 11 de setembro


Sábado - 12 de setembro

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Blog Pessoal

Dia 7 de setembro iniciei meu blog pessoal no Facebook.

Coloco aqui minha primeira postagem.

Gostaria de iniciar esse blog homenageando quatro pessoas que, cada uma de uma forma, fizeram com que eu me aventurasse em uma nova empreitada.
Primeiro ao meu filho Ivan Azevedo que sempre está me apoiando em minhas atividades tanto de voluntária como de me aventurar na costura.
Segundo a Ivani Vieira que coordena esse lindo trabalho do Love Quilts Brasil que tenho muito orgulho de participar a 9 anos.
Terceira a Rosana Barros Marques por ver qualidades, saídas aonde eu muitas vezes não enxergo. Por toda a paciência, apoio e vontade de que eu seja a cada dia uma pessoa melhor e feliz.
E em quarto, mas não menos importante, apenas uma questão de ordem cronológica de início de jornada, a minha professora Leny que com seu jeito firme e ao mesmo tempo carinhoso, faz com que eu supere minha barreiras interiores.
Cantinho da Rose Mary




quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Férias

Este ano minhas férias começaram de uma forma bem triste.
Minha cachorrinha Nina faleceu dia 6 de setembro deixando um grande vazio. 
Passei uns dias sem querer fazer nada, estava bem triste.
Hoje comecei a retomar algumas atividades.
Aproveitei e fui comprar meu presente de aniversário; minha madrinha já havia dado o dinheiro mas faltava ir as compras. Comprei sapatos, rsrs. Minha mãe logo falou, você não muda, adora um sapato, agora precisa é de roupas novas. 
Depois passei para tomar um delicioso capucino na Cacau Show da Epitácio Pessoa. A Mari é uma atendente especial, muito atenciosa e lembra exatamente o café que eu gosto. Muito gostoso visitar minha amiga Andréa, a loja está com um ótimo astral e ver seu sucesso é uma delícia. A pergunta que não quer calar: por onde anda a Fátima???
Antes de voltar para casa fui buscar meus pais, eles vieram tomar lanche aqui em casa. Sofia adorou quando viu minha mãe chegar. 
Comecei um novo bloquinho de ponto cruz. Muito bom ficar pensando e enviando energia positiva para a criança. Vou começar a tirar foto e registrar seu desenvolvimento. O que será??
Para terminar o dia, fiz compra virtual no Bazar Horizonte. Comprei panos para começar os presentes de Natal e bloquinhos de patch para o Projeto Love Quilts Brasil. 
Amanhã tem mais.