segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

COMBINANDO E COSTURANDO

Hoje, depois de chegar do serviço, vim para o ateliê e peguei meus paninhos.
Fui combinando os tecidos, alguns ganhos na troquinha do ano passado no encontro das bordadeiras do Love Quilts Brasil, costurando e no final consegui começar meu projeto de fazer um centro de mesa.
Havia algum tempo que estava pensando no que fazer para usar os quadradinhos e poder vê-los em minha casa na forma de um projeto. Ver em cada um deles, o carinho de cada amiga que com muito cuidado cortou, contou e embalou os quadradinhos para levar e participar de um momento tão alegre e divertido. Cada uma embalou de uma forma. Eu, marinheira de primeira viagem, coloquei em um saquinho. Mas tinha muito mais, etiqueta personalizada, caixa com as iniciais da dona, lacinho de tecido; um mais lindo do que o outro. Aliás, esse foi o motivo de minha ida a uma aula de patch. Fui para aprender a cortar e poder levar os quadradinhos para trocar com as amigas, tinha uma vaga de noite e lá estou eu até hoje. As noites de quarta são deliciosas, minhas colegas de turma são ótimas. Turma unida, que ri, brinca, implica, dá palpite, fica contente com a conquista da outra e valoriza cada projeto concluído. Graças a participar de um projeto voluntário acabei nessa turma tão gostosa e aprendendo coisas novas.
Estava costurando e pensando no que conversei com colegas hoje. Como as palavras perderam seu sentido original. Qual a diferença de amiga e colega de trabalho? De gostar e amar?
Para mim faz toda a diferença A algum tempo venho refletindo sobre gostar e amar por ver que agora está tudo junto e misturado.  Mas enfim, o que é o amor? Junto com a fé e a esperança, forma um tripé para nossa vivencia. Através da fé creio em Deus e sei que ele está sempre comigo e no controle de tudo. Pela esperança e graça do Espírito Santo, espero pelo Reino de Deus. E de novo, e o amor? O amor impulsiona a vida, faz com que nossos dias sejam plenos e que tenha certeza que tudo vale a pena. Por amor, fazemos nossas escolhas e temos o coração sereno que aquela era a melhor decisão a tomar; não que tudo sejam flores, há decisões difíceis e muitas vezes incompreendidas mas por amor, mesmo que nos doa, não podemos nos deixar levar pelo fácil, comodo ou tranquilo. Por amor falamos o que é necessário, silenciamos quando sabemos que a dor já é grande e só nossa presença já basta, abraçamos para dar conforto e também recebemos, pensamos em voz alta sabendo que não serem julgados, refletimos sobre nossos problemas, rezamos pedindo proteção, agradecemos por termos essas pessoas em nossa vida.
Para terminar não poderia deixar de escrever um texto muito lindo da Bíblia: "Agora nos restam a fé, a esperança, o amor: estas três coisas. Mas a maior de todas é o amor." I Cor 13,13.
Chego novamente ao título de hoje, só que agora ao contrário, alinhavando nossa convivência diária, com o tempo, algumas são costuradas com linhas tão finas de confiança, companheirismo, admiração, cumplicidade que quando notamos tudo isso se combina e já estamos entrelaçados em forma de amor.




4 comentários:

  1. Que o amor seja sempre maior em nossas vidas, reflexo do amor do nosso Pai. Gostei da sua reflexão, boa semana pra vc! Baci

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para nós querida!!! Obrigada pelo comentário. Beijos.

      Excluir
  2. que texto bonito, rose!
    me fez sentir ainda mais saudades de passar para conversar contigo nas noites pós corrida na praia...
    ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade!!! Acho melhor você começar a correr na praia de novo. Eu e a Sofia também sentimos falta de nossos papos.

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário.